Powered by Rock Convert

Fazer um intercâmbio pode ser uma experiência única e maravilhosa para conhecer novos lugares, novas culturas e tirar aquela “pedra do sapato” que é ter um nível básico de inglês. Porém, mesmo com todo o potencial de ser o melhor momento da sua vida, também pode se tornar uma grande dor de cabeça se não tiver o planejamento correto e a agência que dê o suporte adequado.

Para evitar todo e qualquer problema que pode acontecer, a escolha da sua agência de intercâmbio é um fator muito importante. Não importa quantos anos você tenha, o intercâmbio é sempre um bom investimento. Mas, para todos os casos, ter um bom planejamento é essencial.

A maioria das pessoas que vão estudar no exterior não têm muitas informações de como funcionam os cursos lá fora. Por isso, quase sempre a fonte de pesquisa se torna o Google. Mas fique atento! Ao buscar na internet, as chances de encontrar um curso de qualidade em uma escola séria (que ao final do curso, te entregará um bom retorno de investimento e um preço justo) são baixas. Todo cuidado é pouco.

Recomendações de conhecidos, amigos e RH da sua empresa é sempre um melhor critério. E todas as opções, certamente a ideal é procurar uma agência de intercâmbio que entenda o que você deseja e que te passe segurança.

O papel da agência de intercâmbio

O estudante muitas vezes não domina a língua do país de destino e são muitos papéis, documentos, informações e detalhes que estão em uma língua diferente, o que pode acarretar mal-entendidos se não for intermediado por um profissional da área.

Por isso, o papel fundamental de uma agência de intercâmbio é ser um intermediador entre o estudante brasileiro e a escola no exterior. Na maioria dos casos, as agências já mantêm um relacionamento com representantes das escolas parceiras, o que permite que todo o processo de matrícula e preparação pré-intercâmbio seja mais rápida e eficaz.

Acompanhamento

Uma agência de intercâmbio boa é aquela que não só auxilia nos momentos pré-intercâmbio, como também durante e depois. Por exemplo: você contratou uma agência que cuidou de toda a papelada, deu tudo certo e, quando você chega ao seu destino, acontece algum imprevisto. Pode ser uma acomodação diferente da que você esperava, um voo interno que atrasou, um documento perdido ou até mesmo pequenas dúvidas que surgiram — o que é completamente comum acontecer. São esses momentos que a agência faz a diferença.

É muito importante que a agência escolhida tenha a prática em acompanhar seus alunos e auxiliá-los durante esses imprevistos — afinal, você está bem longe de casa e inseguro. Portanto é importante ter alguém com muita experiência que vai te auxiliar na resolução desses imprevistos.

Personalização 

Outra característica que torna uma agência boa, é você ser tratado como uma pessoa única, que tem as suas próprias necessidades e desejos, e que fará o possível para achar o curso ideal para você. Afinal, cada aluno tem uma história diferente, um perfil, uma necessidade, um objetivo e um orçamento singular. Agências que não levam isso em consideração e vendem o mesmo curso para diferentes tipos de clientes certamente devem ser evitadas.

Cuidado com os pacotes 

Os pacotes são uma boa forma de economizar e fazer um intercâmbio dos sonhos. Porém, pacotes são “palavras mágicas” que escondem muitas ilusões. É importante sempre desconfiar e ler todas as entrelinhas porque nem sempre estará tudo incluído.

Verifique se há alguma taxa a mais ou uma variação cambial — nem sempre o valor em reais será o mesmo daqui a 3 meses (às vezes nem por 24h). Saber exatamente o que está incluso no pacote e o que você precisará pagar a parte é uma forma de fazer um orçamento e comparar os preços com precisão.

Saber o valor da moeda do país de destino também faz com que você possa se programar e fazer uma poupança necessária. Lembre-se que o real, infelizmente, não é uma moeda forte atualmente. Porém, ter ciência destes pontos ajudam para que você não seja pego de surpresa do meio da sua viagem, com gastos inesperados.

Dica: Muitas agências têm um contrato de prestação de serviço. É importante ter tudo assinado e documentado. Analise os termos do contrato e quais serviços estão incluídos no âmbito de cada agência.

Orçamento

A melhor agência é a que te dá a opção de curso mais barata, certo? Errado! Muitos pensam que o orçamento do curso é o principal na hora de planejar um intercâmbio. Mas, pensando bem, será mesmo o principal?

Fazer um intercâmbio envolve muitos outros gastos além do preço do curso. Se listarmos os mais importantes, e que envolvem maior investimento, temos a passagem aérea, acomodação, alimentação, gastos diários e o motivo da sua viagem: o curso. Vale a pena escolher economizar justamente no item mais importante? Afinal, será o curso que trará o resultado desejado.

Se você escolheu a agência de intercâmbio certa, eles com certeza vão saber te orientar em relação a isso. Sugerindo outras formas de diminuir o custo sem que afete no seu objetivo principal que é aprender ou aperfeiçoar uma língua estrangeira.

Talvez optar por um voo com escalas em vez de voo direto; acomodação em casa de família com 2 refeições diárias — que é mais em conta do que aquele estúdio maravilhoso; optar por aulas em mini grupos em vez de aulas individuais; e até escolher um país que dê para você trabalhar para conseguir cobrir os gastos da viagem.

Por fim, para ter certeza que você está em boas mãos, sempre veja no RECLAME AQUI, se há queixas sobre as agências.

Gostou de nossas dicas? Fale com a gente e planeje seu intercâmbio.